segunda-feira, 22 de julho de 2013

R. I. P - Dennis Farina

dennis-farina

Dennis Farina
29.02.44 - 22.07.13

Oi, Pessoas!!!

Alguém pode parar esse ano de 2013? Quem mais 'ele' vai ousar levar de nós? Chega né? Cansada de chorar e sofrer com saudade dos meus adorados artistas. O Dennis Farina é um ator que eu gosto de graça. Claro que ele é ótimo e tal mas sabe aquelas pessoas que você olha e tem uma empatia imediata? Sentia isso em relação a ele e me acostumei a sua presença em vários filmes e séries enquanto eu crescia.

Muita gente o conhece mais pelo papel de Joe Fontana na série Law & Order... eu também gostava. Mas dos seus trabalhos mais recentes meu coração se entregou ao Sr. Richard Banger em Jogos de Amor em Las Vegas e Sr. Gilmore em Segunda Chance para o Amor. Se vocês ainda não viram, precisam ver. Ele está muito mais que perfeito. Dois personagens divertidos e meio 'torturadores' em seus cargos de chefia. Enfim, triste, triste, triste. =(


Segunda Chance para o Amor

Segunda Chance Para o Amor (Purple Violets) - Poster / Capa / Cartaz

Jogo de Amor em Las Vegas

Jogo de Amor em Las Vegas (What Happens in Vegas) - Poster / Capa / Cartaz

domingo, 21 de julho de 2013

Eternamente Heloise

Dia do Amigo... 



Um dia sugestivo para se perder um amigo. No meu caso, uma amiga... Heloise!

Certo dia, em 11 de Novembro de 2011, saí do trabalho especialmente cansada. Passei em uma Petshop perto da escola só pra olhar os bichinhos e levantar o astral. Lá chegando, vi uma coelhinha champagne linnnnnnnnda! Nunca senti tanta doçura em um olhar. Não era apenas doce mas acalentador e solicitante. Seu olhar me dizia: "Me leva contigo"... E assim, eu fiz.
Heloise
(11.11.11 a 20.07.13)
Não ficamos juntas por muito tempo, apenas 1 ano e 8 meses, mas acredite... foi um tempo inesquecível. Heloise nunca foi uma simples coelha. Ela sempre agiu como um cachorro. É sério, gente... Ela vinha correndo me receber no portão. Ela ficava rodando ao meu redor de alegria por me ver chegar. Ela atendia ao meu chamado... Enfim... ela me fazia muito, muito feliz! 
Muitas vezes, por causa do meu problema, me sentia em débito para com ela... sentia que não lhe dava tanta atenção quanto deveria mas sempre sentava com ela no hall de casa e lhe pedia desculpas. Tenho certeza de que ela sabia o quanto era importante para mim... De alguma maneira que não entendo bem, ela partiu. Dizem que Deus sabe todas as coisas... então, espero que ele tenha um plano bom pra mim porque tudo que sinto agora é uma vontade enorme de sucumbir... desistir... 
Heloise,
minha flor, 
eu sempre vou te amar!

domingo, 14 de julho de 2013

Filme: Guerra Mundial Z

Título Original: World War Z
Ano: 2013
Direção: Marc Foster
Roteiro: Damon Lindelof, Matthew Michael Carnahan e Max Brooks
Duração: 116 minutos
Gênero: Ação, Drama, Terror
Elenco: Brad Pitt...
Minha Nota: 4,8


Oi, Pessoas!!

Então...
Eu tinha enormes expectativas em relação ao filme porque o livro no qual ele foi baseado é simplesmente fantástico. Mas já sabia, pelo trailer que seria uma abordagem totalmente diferente do livro. O fato de ser diferente não quer dizer ruim. Eu gostei muitíssimo do filme. Muito mesmo. 

É claro e explícito que precisa haver uma sequência, talvez uma trilogia mas pelo menos mais um filme é imprescindível. Por quê? Muitas questões ficaram em aberto e talvez, para aqueles que não leram o livro, sem sentido. 

De fato, faltou uma maior compreensão sobre quem é quem no filme e um maior aprofundamento sobre os personagens. Não deu tempo de criarmos laços afetivos. 

Ouvi muitas pessoas questionando isso... "não peguei amor a ninguém", "mal sei o nome do protagonista". Entendo e até concordo em alguns aspectos mas...

... Todos concordam que não havia tempo para grandes explicações? 
...Todos concordam que não havia tempo para detalhar quem era quem ou para grandes cenas dramáticas de despedidas e etc e tal?

Este foi o estilo, a abordagem utilizada pelo diretor. Ele não chegou a fazer um documentário como o livro mas ele tenta mostrar o início de tudo. O desespero, a falta de informações, a busca desesperada por respostas sem um norte. Então, não achei que o filme foi errado ou mal-feito, pelo contrário acho que ele foi bem real. Afinal, a praga foi repentina e espalhou-se muito rapidamente. Governos caíram e não se sabia bem a quem recorrer.

Maaaaaaaaas, uma coisa me incomodou profundamente. O que seria? 


Zumbis Ultrarrápidos e transformações Supersônicas! 
Oi?

Ah, gente...
Vocês acham possível que, enquanto ninguém sabia do que se tratava e não se tinha ideia de que só o tiro na cabeça TALVEZ os parasse, seria viável a sobrevivência de algum humano diante desses ZUMBIS ULTRARRÁPIDOS com essa transformação SUPERSÔNICA? Sinceramente... tudo o que vi e li sobre zumbis até hoje, sempre deixa claro que só existiu algum tipo de resistência e/ou sobrevivência em função da lentidão dos zumbis. Triste com isso. =\

Isso me magoou muito! Sempre odeio quando subestimam nossa capacidade de pensar. Por isso, nunca curti Resident Evil... me perdoe quem aprecia.

Todo o filme se passa entorno do Gerry Lane (Brad Pitt), como enviado do governo americano, percorrendo o mundo em busca de descobrir a origem de tudo isso e uma possível cura. 


Eu recomendo. Principalmente para aqueles que apreciam a liberdade criativa e o diferente.

sábado, 13 de julho de 2013

R. I. P - Cory Monteith


Oi, Pessoas!!!

Essa notícia me deixou realmente muito triste... Chorei, chorei e chorei. Tinha um carinho especial pelo Cory por conta do seu personagem Finn Hudson, do seriado de tv GLEE. Nem sei o que falar. Acho que me tocou tanto porque sei o que é se deixar levar pelo desespero. Não julgo. Muito pelo contrário, eu entendo. Entendo muito. Queria muito que nesse dia fatídico, alguém tivesse lhe dito algo que fizesse toda diferença... Algo que lhe mostrasse o quanto ele era importante para tanta gente. Tão novinho, gente. Um ator promissor, com uma voz interessante e cheio de carisma. Namorando uma atriz da mesma série - Lea Michele... nem consigo imaginar como ela deve estar se sentindo. 





Saudações Vulcanas \\// 2013 # 11


Oi, Pessoas!!! 

Estava revendo uns gifs e achei este da Fran, do seriado The Nanny. É ver e rir... A Fran é uma das minhas personagens preferidas nas séries de tv. Ela é louca, descompreendida, encalhada e ao mesmo tempo uma pessoa totalmente sensível, dedicada aos amigos e familiares. Uma de suas muitas obsessões era a idade... sempre dizia ter 29.  Divirtam-se!

P. S. Já falei sobre a série aqui no blog. Confiram este post.

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Melhores Momentos - Séries de TV - The Big Bang Theory

Oi, Pessoas!!!

Tem série que torna uma Missão "quase" Impossível escolher um melhor momento... sério. The Big Bang Theory é uma dessas. Seus personagens são tão bem construídos e tão absurdamente maravilhosas que todas as cenas são incríveis. Amo a série e tenho vários, vários momentos selecionados para colocar aqui. O Howard é um personagem que eu amo. Pra ser sincera, os personagens que menos gosto na série são a Penny e o Leonard. Acho que a Bernadette foi uma excelente aquisição para o elenco, assim como a Amy!


The Big Bang Theory
Howard e Bernadette


quinta-feira, 11 de julho de 2013

Trecho de Hoje # 10

"Foco. Preciso de foco. Não é um terremoto, nem um ataque de um atirador enlouquecido, nem um acidente nuclear, é? Na escala de desastres, não é um dos maiores. Não é dos maiores. Um dia espero que eu me lembre deste momento, ria e pense: “Ha, ha, como fui boba em me preocupar...” Para, Poppy. Nem tenta. Não estou rindo. Na verdade, estou passando mal. Ando às cegas pelo salão do hotel, com o coração disparado, procurando sem sucesso no tapete estampado azul, atrás de cadeiras douradas, debaixo de guardanapos de papel usados, em lugares onde ele nem poderia estar. Eu o perdi. A única coisa no mundo que eu não poderia perder. Meu anel de noivado. Dizer que esse é um anel especial não chega nem perto da verdade. Ele está na família de Magnus há três gerações. É uma esmeralda espetacular com dois diamantes, e Magnus teve que tirá-lo de um cofre exclusivo no banco antes de me pedir em casamento. Eu tenho o maior cuidado com ele todo santo dia há três meses, coloco-o religiosamente num prato de porcelana à noite, tateio para garantir que está no meu dedo a
Sophie Kinsella
cada trinta segundos... E agora, no dia em que os pais dele vêm dos Estados Unidos, eu o perdi. Logo hoje."                                                         
- Poppy (pág. 9)

Trecho do livro "Fiquei com Seu Número" - Sophie Kinsella - Ed Record - 2012

terça-feira, 9 de julho de 2013

Artista Leitor # 03

Oi, Pessoas!!

Mais um amado artista que também curte uma boa leitura... Quem será? Minha adorada Sarah Jessica Parker... Protagonista de uma das minhas séries de tv preferidas - Sex And The City, diva da moda, casada com o igualmente adorado Matthew Broderick e ainda por cima ávida leitora... *-*

Sarah Jessica Parker

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Resenha: Duplo Dexter - Jeff Lindsay

Dexter Morgan não é um serial killer comum. Antes de mais nada, ele poderia ser descrito como um cidadão tranquilo, pacato, que adora seu emprego de analista de borrifos de sangue na polícia de Miami. Casado, padrasto de duas crianças e pai de Lily Anne, Dexter está sempre tentando fazer malabarismos para manter sua vida comum sem arriscar sua maior (e única) paixão: assassinar outros criminosos, aqueles que os meios legais nem sempre conseguem pegar. Em mais uma história alucinante e cheia de humor ácido, o serial killer mais amado do mundo precisa resolver um caso de policiais que aparecem mortos em plena luz do dia. A história parece insolúvel e Dexter fica cada dia mais tenso, pois percebe que entre suas duas vidas ele está sendo misteriosamente... observado. Com seu estilo de vida ameaçado, ele precisa encontrar não só o assassino da vez, mas tentar não ser encontrado. Cheio de suspense e humor negro, Duplo Dexter vem mostrar que Jeff Lindsay melhora a cada livro. (Skoob)

Oi, Pessoas!!!

Hora de falar do nosso amado Dexter no sexto volume da série. Só em pensar que este é o penúltimo já dá um friozinho na barriga. =\

Vamos lá!


Continua...


Nos links abaixo, você pode conferir as demais resenhas...



Dexter no Escuro - vol 03

Dexter - Design de um Assassino - vol 04

Dexter é Delicioso - vol 05


Divirta-se!!!


domingo, 7 de julho de 2013

Música da Semana # 17

Oi, Pessoas!!!

Música de hoje?  "Vento no Litoral", adoooooro! É meio triste e meio depressiva mas é divina. 

Legião Urbana, best band ever! 

Renato Russo foi e sempre será inspiração para os amantes da boa música. Amor, preconceito, política, amizade, diferenças... todos os temas possíveis e imagináveis tratados de forma melodiosa pelo mestre... Saudades eternas! 
A letra é inteirinha perfeita mas o meu trecho preferido é este...

"Sei que faço isso
Pra esquecer...

Eu deixo a onda me acertar

E o vento vai levando
Tudo embora..."

Vento no Litoral - Legião Urbana
Álbum: "V" (1991)




sexta-feira, 5 de julho de 2013

Dexter's Moments # 04


Dexter: Não importa o que você tente, não importa quando ou quão duro você trabalhe... 
Eu sempre estarei um passo a sua frente por uma simples razão...
Doakes: E qual é?
Dexter: Você me pertence.

- DEXTER -
 Segunda Tempora

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Reflexões - Séries de TV # 03


Smallville 
Chloe e Lex Luthor

Chloe: Por que você continua fazendo isso a si mesmo?
          Por que não se afasta do seu pai?

Lex: Porque ele não quer me dar a única coisa que eu quis dele. 

Chloe: E o que seria?

Lex: Eu quero que ele me ame. 

=´´(

terça-feira, 2 de julho de 2013

Trechos Preferidos - Mansfield Park - Jane Austen

Mansfield Park - 1999
"Edmund também... passar dois meses longe dele, talvez lhe permitissem ausentar-se por três meses... deveria fazer-lhe grande bem. A certa distância, protegida daqueles olhares e da amabilidade do primo, a salvo da pertinente irritação do que se passava em seu coração ou do esforço para evitar suas confidências, talvez estivesse em melhores condições para raciocinar com mais sensatez, pensar nele e imaginá-lo em Londres, sem se sentir tão desconsolada. O que seria difícil de suportar em Mansfield, iria tornar-se um leve mal em Portsmouth."
  -   Fanny Price     


(Trecho do livro - Mansfield Park - Jane Austen - Ed Martin Claret - 2012 - Pag. 448)


Trechos Preferidos - Comer, Rezar, Amar - Elizabeth Gilbert

Trecho Selecionado # 02 
"A filosofia cármica só me atrai em um nível metafórico, porque, mesmo no espaço de uma vida, é óbvia a frequência com que precisamos repetir os mesmos erros, batendo com a cabeça nos velhos vícios e compulsões, gerando as mesmas conhecidas consequências tristes e muitas vezes catastróficas, até finalmente conseguirmos parar e consertar isso. Essa é a maior lição do carma (assim como da psicologia ocidental, por sinal) - cuide dos problemas agora ou terá de sofrer de novo mais tarde, quando estragar tudo da próxima vez. E a repetição do sofrimento - isso é o inferno. Sair dessa repetição sem fim para um novo nível de compreensão - é aí que você irá encontrar o céu."
- Liz (Pág. 374)

Trecho do Livro - Comer, Rezar, Amar  de Elizabeth Chandler - Editora Objetiva - 2010 - Pág. 374.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Resenha

Clique na imagem e vá direto para a resenha desse livro SENSACIONAL!!! 


Nos links abaixo, você pode conferir as demais resenhas...





Divirta-se!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...