quinta-feira, 25 de abril de 2013

Melhores Momentos - Séries de TV - Game of Thrones


Oi, Pessoas!


Embora acompanhe GoT há algum tempo, nunca escrevi nada sobre a série por aqui. O que considero uma grave afronta...rs Preciso me redimir e começarei por um personagem que amo, não só por ele ser lindo de viver mas porque o acho de certa forma incompreendido pelo grande público - Jaime Lannister. Amo esta cena que, para mim, traduz perfeitamente o verdadeiro Jaime escondido por trás daquele que sua irmã gêmea deseja. As mulheres têm o dom de salvar ou arruinar a vida de um homem, isso é fato. Vide Cersei e Brienne na vida de Jaime.

Brienne de Tarth e Jaime Lannister - Terceira Temporada

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Reflexões - Séries de TV # 02

Oi, Pessoas!

Já falei que estou numa fase meio carência, meio despedida do meu amado Dex... Então, lá vai mais uma frase do nosso querido Dexter Morgan para reflexão. Sangue para controle do caos... Sério? Think about it!

Primeira Temporada

terça-feira, 23 de abril de 2013

Trechos Preferidos - Razão e Sensibilidade - Jane Austen


Imagem da Minissérie Sense and Sensibility - BBC 2008
"- De seu bom senso e de sua bondade - continuou Elinor - acho que ninguém que tenha tido com ele uma conversa franca pode duvidar. A excelência da sua inteligência e dos seus princípios só pode ser ofuscada pela timidez que muitas vezes o faz permanecer calado. Conhece-o o bastante para fazer justiça ao seu grande valor. Porém, sobre suas menores inclinações, como as chamas, algumas circunstâncias especiais mantiveram você mais ignorante do que eu. Ele e eu muitas vezes passamos um bom tempo juntos, enquanto você se dedica completamente a mamãe, guiada pelos mais afetuosos princípios. Vi muitas coisas nele, estudei seus sentimentos e ouvi sua opinião sobre assuntos de literatura e gosto: em resumo, ouso dizer que a mente dele é bem informada; que seu gosto pelos livros, excessivamente grande; sua imaginação, viva; sua observação, justa e correta; e seu gosto, delicado e puro. Seus talentos, sob todos os aspectos, ganham com a familiaridade tanto quanto suas maneiras e pessoa. À primeira vista, seu trato certamente não impressiona, e sua pessoa dificilmente pode ser considerada bonita, até se perceber a expressão dos seus olhos, excepcionalmente bondosa e a doçura geral de suas feições. Agora eu o conheço tão bem que o acho realmente bonito, ou pelo menos quase. O que me diz, Marianne?"

(Trecho do livro “Razão e Sensibilidade”, de Jane Austen - Editora Martin Claret - 2ª. Edição - 2009 - páginas 25 e 26)

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Melhores Momentos - Séries de TV - F.R.I.E.N.D.S


"Bem, a geladeira quebrou, então eu tive que comer tudo."
(Joey Tribbiani) 

Oi, Pessoas!

Será que tem alguém que não ama Friends? Será que tem alguém que não ama Joey Tribbiani? Bom, se tem ... não sou eu. Joey é e sempre será, juntamente com Phoebe, meu personagem preferido de Friends. Simplesmente amo. Simplesmente inesquecível!

domingo, 21 de abril de 2013

Artista Leitor # 01


Em 1955, um jovem ator com o nome de James Dean sentou-se à mesa da cozinha de sua tia em Fairmount, Indiana lendo um livro de poesia pelo poeta Hoosier, James Whitcomb Riley

sábado, 20 de abril de 2013

Música da Semana # 12


Oi, Pessoas!!!

Continuando a sensação nostálgica que rever a livraria (cenário em Notting Hill) me proporcionou, não poderia deixar de mencionar esta música que taaaaaaaaaaaaaaaaaaaanto amo - Ain't No Sunshine de Bill Withers. Adoro a voz do cara. FAz parte da trilha sonora do filme Um Lugar Chamado Notting Hill. Adoro a cena do Hugh Grant caminhando pelas ruas, pensando em Julia e o tempo passando através das estações do ano... Linnnnnnnnndo demais! (suspiros) *-* Não seria bom ter um cara esperando por nós assim? ;D 

Tradução - AIN'T NO SUNSHINE
Bill Withers 

Não Há Brilho do Sol
O sol não brilha quando ela vai embora
Não faz calor quando ela está longe
O sol não brilha quando ela vai embora
E ela está sempre tão distante
Quase sempre, ela está partindo

Me pergunto para onde ela foi dessa vez
Me pergunto se ela se foi para sempre
O sol não brilha quando ela vai embora
E essa casa não é um lar
Quase sempre, ela está partindo

E eu sei, eu sei, eu sei...
E eu sei, eu sei, eu sei...
E eu sei, eu sei, eu sei...
E eu sei, eu sei, eu sei...
E eu sei, eu sei, eu sei...

Eu devia deixar essa garota em paz
Mas o sol não brilha quando ela vai embora
O sol não brilha quando ela vai embora
Só há escuridão todos os dias,
O sol não brilha quando ela vai embora
E essa casa não é um lar
Quase sempre, ela está partindo
Quase sempre, ela está partindo
Quase sempre, ela está partindo
Quase sempre, ela está partindo
Quase sempre, ela está partindo

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Saudações Vulcanas \\// 2013 # 06


Oi, Pessoas!!!


O Saudações de hoje é sobre uma foto que encontrei na net de um filme que eu amo... "Um Lugar Chamado Notting Hill". Ainda não falei sobre ele aqui no blog, mas sempre é tempo, não é? Muitas pessoas falam que Hugh Grant não é um bom ator, mas sinceramente, ninguém faz comédia romântica melhor que ele. Aaaaaaaamo!!! O fato é que só de ver a imagem da bookstore, um monte de alegria me invadiu a alma. Por isso, quis compartilhar com vocês.


Além da minha linda livraria, esse projeto de carro... tão miudinho e tão fofo! Amei! *-* <3. 

Julia Roberts "perfeita" e Hugh Grant "perfeito" *-*


segunda-feira, 15 de abril de 2013

Dexter's Moments # 01


Oi, Pessoas!!!



Uma das minhas séries preferidas, de todos os tempos, terá sua última temporada este ano - Dexter. Não sei como suportarei viver sem o meu amado Dex. Os livros não serão suficientes, hq, jogos... nada suprirá minha carência de Dex. Então, resolvi criar uma seção, aqui no blog, só para ele. Espero que vocês, como eu, matem a saudade do nosso querido.

"Eu gostaria que ela parasse com isso. Este é um desses rituais de paquera que eu realmente não entendo."
(Dexter falando sobre LaGuerta - Primeira temporada)

domingo, 14 de abril de 2013

Trecho de Hoje # 09

Candace Bushnell

Oi, Pessoas!

O trecho de hoje é do livro Sex and The City, da Candace Bushnell. Foi ele que deu origem à série de tv que eu amo e que, confesso, só conheci depois da série... rs. O legal do livro é que se você já viu a série, você não precisa necessariamente ler na sequência. Pode escolher o conto que desejar e lê-lo. O livro é escrito em capítulos bem pequenos, como os contos da própria coluna da Carrie. Gostei disso.
Passou dias pensando naquele sonho.
- O que posso fazer? - disse Mr. Big - Não dá pra competir com um sonho. - Estavam sentados juntos à beira de uma piscina com os pés na água. A luz solar era quase branca.
- Acha que conversamos o suficiente? - indagou Carrie.
- Não. - disse Mr. Bing - Não, provavelmente não.
Eles deram uma volta de carro e foram à praia, depois almoçaram, conversando sobre como tudo era belo e como estavam se sentindo relaxados. Soltaram interjeições ao verem uma galinha atravessar a estrada com dois pintinhos recém-nascidos e também diante de uma minúscula enguia presa em uma poça formada pela maré vazante, e dos ratos mortos que jaziam esmagados ao longo das estradas.
- Somos amigos? - indagou Carrie.
- Acho que já fomos amigos, sim. Quando eu senti que você entendia a minha alma - disse Mr. Big. 
Estavam percorrendo as estradas de cimento estreitas e sinuosas. 
- Uma pessoa só pode se esforçar até se cansar ou perder o interesse. - disse Carrie.
Passaram algum tempo sem dizer mais nada, depois Carrie disse:
- Por que nunca me diz "Eu te amo"?
- Porque tenho medo - disse Mr. Big - Tenho medo de que se eu disser que te amo você vá pensar que vamos nos casar. - Mr. Big reduziu a velocidade do carro.
Mais alguém aí, tem vontade de enforcar este cara sem noção? Vou te falar, foi o seriado inteiro, com este homem escorregadio feito quiabo, com essas frases toscas e atitudes mais toscas ainda.

(Livro: Sex and The City, de Candace Bushnell, BestBolso - p. 264)

 

sábado, 13 de abril de 2013

Reflexões - Séries de Tv # 01

Oi, Pessoas!

No primeiro episódio, da primeira tempora de HANNIBAL, série de tv que eu estava aguardando ansiosamente, selecionei duas cenas que achei extremamente reflexivas. Uma delas, vou postar aqui agora. Será que todas as informações que recebemos diariamente e de todos os lados, nos tem feito perder o foco do que, de fato, é importante? 
Think about it!


 Hannibal - Ep.01 - Primeira Temporada
Cena entre Dr. Lecter e Will Graham

Dr. Lecter: Não aprecia contato visual, aprecia?


Will Graham: Todo o diálogo que segue...


sexta-feira, 12 de abril de 2013

Saudações Vulcanas \\// 2013 # 05


Oi, Pessoas!!!

Esta semana conheci um personagem fantástico! Ele é doce, carismático, extremamente inteligente e tem um humor de oportunidade que só tem par em Calvin e Mafalda. A novidade é que é uma tirinha brasileira e tem a passos largos, se espalhado nas redes sociais e foi no Facebook que conheci o Armandinho. Apreciem sem moderação!

Armandinho no Facebook

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Viciada em Séries - Hannibal / Les Revenants

Oi, Pessoas!!!

Quando o vício tem fim? Ahahahahaha... Falando de séries? Nunca... As nossas queridas emissoras não nos dão trégua e lá vem mais duas que arrebataram meu core. Quais são elas?





Hannibal - O que posso dizer? Primeiro episódio  foi muito além de qualquer expectativa que eu tivesse. Totalmente encantada. Totalmente apaixonada. De toda a dinâmica da série só uma coisa me estressou, não sei se concordarão comigo, mas enfim... Falando do que gostei. A escolha dos atores foi perfeita. Hugh Dancy fazendo o especialista em análise comportamental (profissão não foi precisamente especificada) e também professor Will Graham, ficou mais que perfeito. 

O Hugh tem uma aparência meio frágil e carente (tipo cachorro que caiu da mudança) que acredito seja extremamente necessária ao Will. Will Graham é um analista diferente, ele sente empatia pelo que vê e, por conta disso, consegue visualizar a cena do crime como se ele mesmo fosse o executor, sem deixar de se colocar no lugar da vítima também. Como falei a empatia é pelo que vê, não somente pelo criminoso. Pelo que deu pra perceber, essa aproximação toda com o comportamento do criminoso e as sensações provocadas nas vítimas, afeta profundamente Will que possui pesadelos e comportamento anti-social diferenciado. 

Will também adota cães de rua (o que é muito fofo e me lembrou a minha amiga Nanda Rocha...rs). Isso reflete bem a vida que ele leva, como se dissesse aquela frase que não sei direito se é assim mas... "Quanto mais conheço os homens mas gosto de animais"Os demais personagens também são atores legais que me causaram simpatia. Gostei. 

Agora, com relação ao nosso vilão, Dr. Hannibal Lecter, representado pelo ator Mads Mikkelsen... Posso estar enganada, ainda estamos no começo mas não "peguei amor". Acho que lhe falta charme. Sei que depois de um Anthony Hopkins é difícil ser o poderoso, o cara. Maaaaaaas não sei, faltou alguma coisa. Não sei se me fiz entender, ele como o assassino foi fantástico, as cenas de canibalismo e tal, tudo bem louco e forte. Como mente doentia, ok... Mas, não trouxe carisma para a série...É como se o ator não tivesse química com o personagem, entende? Como se estivesse falando de outro e não vivendo o outro...  É difícil explicar... Talvez com o tempo melhore.

Incomodo Desnecessário: Não suportei a ideia do Dr. Lecter trabalhando junto à equipe e sabendo o passo a passo da incursão em busca do assassino. Não por isso, pois já sabia que acontecia por causa dos livros mas a forma como estão mostrando a coisa toda não ficou legal. Achei chata e piegas (parecendo novela da Globo, onde só os maus raciocinam... sabe como é?) Detestei isso. 

   


Les Revenants - Comecei a ver esta série sem nenhuma referência, só por conta do site onde vejo todas as outras ter começado a postá-la. Pessoas, essa série é muito boa. Até o presente momento, só vi 3 episódios, mas a história é muito interessante. De alguma forma, os mortos de uma cidadezinha no interior da França, começam a voltar à vida. Não aparecem como zumbis mas com a aparência que tinham na época de sua morte. 

Até agora, ainda não foi dito o porquê disso ter acontecido somente aos mortos daquela cidade. O fato é que eles tentam retomar as suas vidas do ponto em que foram interrompidas. Dá pra imaginar o reboliço? Tem personagens que são muuuuuuito fofos. Já tenho meu preferido, Simon. Além da história ser muito boa, é em francês... Muito legal!

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Resenha: P. S. Eu Te Amo - Cecilia Ahern


Sinopse - P.S. I Love You - Cecilia Ahern
Holly Kennedy é bonita, inteligente e casada com o amor de sua vida - um apaixonado e engraçado irlandês chamado Gerry Kennedy. Então quando ele morre, devido a um tumor no cérebro, Holly tem sua vida também destruida. Ninguém conhece Holly melhor que Gerry, então ele é a única solução para a tristeza e a dor dela. Antes de morrer, Gerry escreve uma série de 10 cartas para confortar a vida de Holly, que devem ser lidas cada uma a cada mês. Isso serve de guia para a nova vida de Holly. Cada carta trás uma série de novidades, presentes e sentimentos. Todas as cartas acabam da mesma maneira "P.S. Eu Te Amo". (Skoob)

Oi, Pessoas!!!

Em Breve...


segunda-feira, 1 de abril de 2013

Música da Semana #11


Oi, Pessoas!

Então, 
... calor insuportável;
... dengue, hospital;
... atividades do curso;
... casa, trampo... Aff!!!

Sobrevivi! \o/ Acredita? Vibrando e comemorando, resolvi ouvir o meu cd Nirvana Unplugged in New York - MTv. 


Pessoas... pessoas... o que dizer dessa voz "orgásmica" do Kurt? Nossa senhora! Quero ver quem não volta a vida na hora... kkkkkk E cá estou, totalmente restabelecida. 

Eu tenho um carinho especial por essa música porque ela também é tema da cena mais fofa do filme "Três vezes Amor" (que tem o Ryan Reynolds que é dublado pelo Philippe Maia, dono da voz mais doce do universo dublagem). Aproveitem. Não é nova, mas é eterna!





Come As You Are  - Tradução

(Nirvana)

Venha Como Você Está

Venha como você está, como você era
Como eu quero que você seja, como um amigo,
Como um amigo, como um antigo inimigo


Venha no seu tempo, se apresse
A escolha é sua, não se atrase
Descanse, como um amigo


Como uma antiga memória, memória
Memória, memória


Venha mergulhado na lama,
Encharcado em alvejante
Como eu quero que você seja


Como uma tendência, como um amigo,
Como uma antiga memória, memória
Memória, memória


E eu juro que não tenho uma arma
Não, eu não tenho uma arma,


Memória, memória, memória (não tenho uma arma)


E eu juro, eu não tenho uma arma
Não, eu não tenho uma arma,não, eu não tenho
Não,eu não tenho uma arma,não, eu não tenho uma arma


Memória, memória
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...