quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Feliz Dia das Bruxas!!!

Oi, Pessoas!!!


Feliz Dia das Bruxas!!!


Hoje é Dia de Halloween. \o/ Uhuuu!!! 

Sei que a festa é importada mas e daí, eu adooooooro! Sempre comemoro vendo filmes de terror e me empanturrando de "gordices" e guloseimas! hehehe 


Se você tem uma boa turma de amigos é uma excelente hora para comemorarem juntos. Segue uma listinha boa de filmes que eu costumo ver...

Vamos lá! 

1. A Hora do Espanto (1985)                                      2. O Exorcista (1973)

O Exorcista (The Exorcist) - Poster / Capa / CartazA Hora do Espanto (Fright Night) - Poster / Capa / Cartaz


3. A Hora do Pesadelo (1984)                               4. A Bruxa de Blair (1999)

A Bruxa de Blair (The Blair Witch Project) - Poster / Capa / Cartaz
A Hora do Pesadelo (A Nightmare on Elm Street) - Poster / Capa / Cartaz


5. Poltergeist  - O Fenômeno (1982)                           6. Abracadabra (1993) 

Abracadabra (Hocus Pocus) - Poster / Capa / Cartaz
Poltergeist - O Fenômeno (Poltergeist) - Poster / Capa / Cartaz


7. O Iluminado (1980)                                    8. O Bebê de Rosemary (1968)

O Bebê de Rosemary (Rosemary's Baby) - Poster / Capa / CartazO Iluminado (The Shining) - Poster / Capa / Cartaz


9. Constantine (2005)                       10. Halloween - A noite do Terror (1978) 

Halloween - A Noite do Terror (Halloween) - Poster / Capa / CartazConstantine (Constantine) - Poster / Capa / Cartaz

Amizades Virtuais #02

Oi, Pessoas!!

E quando você acha que não poderia melhorar, olha só o que o correio me trouxe... Um livro linnnnnnnnnnnnndo que a Nanda Rocha me enviou. Uma edição diva e totalmente ilustrada de Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll. *-* 

A Nanda coleciona edições de Alice e fiquei encantada com esta. Acreditam que eu não tinha nenhuma edição de Alice? Já dei duas edições de presente para a minha sobrinha Sarah mas nunca adquiri nenhum para mim, embora já tenha lido há alguns anos. 

Gente, vou acrescentar aqui depois a foto com a dedicatória. Esqueci de fotografar mas eu amei demais e acho que preciso dela por aqui. Estou considerando este um belíssimo presente de aniversário adiantado. \o/ Uhuuuu!



Nanda, você não existe... rs... Gente, até o envelope é divo! *-* hahahahaha

Obrigada, amiga!!!!



quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Amizades Virtuais #01

Oi, Pessoas!!!
Essa é a Nanda

Hoje eu estou muito feliz! Muito feliz mesmo. Não é de hoje que eu tento me corresponder com alguém. rsrsrs ... Eu sei, eu sei... parece estranho, mas não é não. 

Essa sou EU
No século XX, era bastante comum a troca de correspondência por meio de cartas. Infelizmente, a partir dos anos 90, com agravamento nos anos 2000, com o advento da internet e do correio eletrônico, essa prática foi ficando cada vez mais distante.

Isso é uma pena porque nada pode ser mais emocionante do que o carteiro chamar na porta com uma nova e misteriosa cartinha. É bom demais! 

Então, após assistir ao filme MARY & MAX - UMA AMIZADE DIFERENTE, vinha tentando estabelecer esse tipo de correspondência com alguém do meio virtual mas as pessoas sempre "não têm tempo" ou "têm preguiça" e preferem falar online. Eu entendo é a comodidade do mundo moderno... =P

Finalmente encontrei uma amiga do core que curte esse tipo de coisa - Nanda Rocha. Ela é de Minas e a gente se conheceu por meio do Universo Zumbi...hahaha Interessante, não? Pois é. E de lá pra cá nossa amizade só aumenta porque temos muito mais em comum - o amor pelos livros, filmes e séries é só um dos nossos muitos assuntos. 

Hoje, recebi sua primeira cartinha e me apaixonei. Muito linda e muito cheia de atenção. Sabe quando a pessoa realmente ouviu ou melhor leu tudo aquilo que você escreveu ou publicou no seu Face? Então, olha só que lindinhos todos os mimos que ela me mandou... 

Gente, ganhar um marcador é uma alegria... quem coleciona bem sabe...rs Mas, ganhar marcadores personalizados é amor. E marcadores personalizados das suas séries preferidas é muito mais amor! *-* 


Agora me diz como não pular e fazer dancinha maluca comemorativa quando o marcador foi feito especialmente para o seu blog? *-* Naaaaaaaaanda, sua linda linda... eu AMEEEEEEEEEEEEEEEEEEI DEMAIS DA CONTA!


segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Episódio 03 - Quarta Temporada - The Walking Dead

Oi, Pessoas!!!

SPOILER
Isolamento
Episódio 03

Mais um excelente episódio da minha série do coração The Walking Dead. Sempre entristeço com os comentários negativos que vejo a respeito da série na internet. Depois de 4 temporadas, é incrível que as pessoas ainda esperem que o foco da série sejam as cenas de matança e destrinchar de zumbis... 
"PelaMorDeDeus"! 

A sensação que tenho é que não vemos ao mesmo programa... Sério. Acho isso tão angustiante ... rs

Este foi um episódio extremamente tenso. Acho que um dos mais tensos desde o primeiro episódio da primeira temporada, passando pelo episódio da morte de Sophia, na segunda temporada e o episódio da morte da vacaLORI, na terceira temporada...

Rick and Tyreese - Essa cena (com Rick, Daryl, Carol e Tyreese) foi maravilhosa sob vários aspectos. Primeiro pelo grande apelo emocional, a entrega de Rick mais uma vez sentindo a dor do mundo e se colocando no lugar do Tyreese; segundo pela explosão emocional dos dois personagens descarregando um no outro todas as suas raivas e frustrações; terceiro pelo total companheirismo do Daryl em relação ao Rick... Essa amizade visceral entre os dois me encanta; além disso, temos o desespero de Carol tentando apaziguar os ânimos.



Rick: Você os encontrou assim?
Tyreese: Eu vim ver a Karen... vi o sangue no chão e senti o cheiro deles... Alguém os arrastou pra cá e os queimou... Eles os mataram e queimaram! Você é um policial. Descubra quem fez isso e o traga pra mim. Entendeu?
Daryl: Descobriremos quem...
Tyreese: Preciso pedir de novo?
Rick: Não. Não, não. Sei o que está sentindo. Já passei por isso. Você me viu. É perigoso.
Tyreese: Karen não merecia isso.
Rick: Não
Tyreese: David não merecia isso. Ninguém merece isso.
Daryl: Tudo bem, vamos...
Tyreese: Não vou a lugar algum até descobrir quem fez isso!
Daryl: Estamos do mesmo lado, cara...
Rick: Olha... sei o que está passando. Todos perdemos alguém. Sabemos o que está passando agora, mas precisa se acalmar...
Tyreese: Você precisa se afastar! 
RickEla não iria querer que você ficasse assim. (socos)
Tyreese: (socos no Rick... o.O)
Carol: Pare! Pare!
Daryl: Já chega!
Rick: (socos e chutes no Tyreese... o.O)
Daryl: Rick... Pare! 
Rick: Solte-me!
Daryl: Não. 
Rick: Solte-me!
Daryl: Não, não. 

Fala aí, foi forte ou não? 

Agora sabemos porque o Tyreese acertava o Rick no trailer de divulgação da quarta temporada... Ele descarrega todas as suas emoções reprimidas durante o apocalipse em Rick... só para variar mais um imbecil que acha que o Rick é o culpado por tudo. 

Acho que ele não esperava que Rick reagisse com igual loucura hahahaha... ele nunca viu o "Rick surtado" em ação... levou! =P.

Fala sério! Fiquei muito P da vida com o Tyreese. Onde já se viu, acertar o meu linduxo Rick daquele Jeito? O Rick perdeu a esposa e não QUEBROU NINGUÉM... rs... só os ZUMBIS... então, porque Tyreese que tinha apenas um caso muuuuuuuuuuuuito recente com a Karen se achou no direito de partir pra violência com os companheiros de luta? E logo com o Rick? 

Aliás, alguém pode me explicar por quê todo mundo só surta na frente do Rick? 

Por outro lado, agora também sabemos o porquê das imagens da mão machucada do Rick. Tudo isso por conta da pancadaria com o Tyreese. 

O mais interessante no Rick é que ele tem seus defeitos e complexidades mas sempre assume quando está errado e pede desculpas e foi exatamente o que ele fez - se desculpou com o Tyreese (mas pra mim a culpa foi toda do Ty) e ainda decidiu investigar quem fez isso. E como nós ficamos sabemos, no final do episódio ele descobriu que foi a Carol... Do you believe that? E o Tyreese ainda pediu que ela olhasse a Sasha por ele... o.O
E o Rick embora já soubesse, perguntou a ela... Ela apenas confirmou e seguiu adiante... das duas uma - ou ela tá meio pirada como a Carol da HQ que eu acho que não... ou ela já tá se sentindo mal porque sabe que fez M e arrependida não quer mais falar sobre o assunto... Não sei.


Glenn e o vírusNosso amado Koreano está com a maldita gripe. Acho que esse foi um dos motivos de Hershel estar tão empenhado em descobrir um remédio que cure a doença. 

Se ele morrer agora, nem sei o que pensar afinal será realmente uma daquelas lamentáveis alterações que os roteiristas costumam fazer no texto original que terminam por avacalhar toda a história. Não posso dizer que deixarei de ver porque o meu foco principal na série é e sempre será o Rick, mas de fato não faria o menor sentido não ter o Glenn até pelo menos os penúltimos episódios da série... (minha opinião). 




Glenn: Não entre, não.

Maggie: O que foi?
Glenn: Eu peguei. 

O Conselho e os Outros Contaminados - Além do Glenn, também estão contaminados Sasha, Lizzie, o Doutor Caleb e várias outras pessoas da prisão. A doença se espalha e o conselho decide:

1. Manter isolado o Bloco A;
2. Colocar as crianças nos escritórios em salas individuais;
3. Mandar um grupo em busca de antibióticos numa Faculdade de Veterinária a cerca de 80km da prisão...o.O... Lá se vão Daryl e Michonne...
4. Embora Hershel não exponha para o conselho mais uma decisão foi tomada...  

Momento engraçado do episódio... sobre quem iria buscar os medicamentos... conversa entre Daryl e Hershel...

Hershel: Eu vou com vocês. Conheço o lugar... Posso mostrar o caminho...
Daryl: Quando estamos lá fora... é sempre a mesma coisa. Cedo ou tarde precisamos correr... 
Hershel: Posso desenhar um mapa... hahaha Amo esse velhinho espirituoso!

Hershel - o Heroísmo do Bom Velhinho - Hershel se compromete a cuidar dos doentes através de ervas medicinais nativas da região, na tentativa de aplacar a doença que se espalha rapidamente entre a comunidade da prisão. Só que para isso ele teria que se manter no bloco D junto aos infectados. 


Maggie: Por que você não está na quarentena?
Hershel: Não sirvo pra nada lá dentro.
Maggie: Pai, por favor.
Hershel: Maggie querida, as pessoas ali estão sofrendo. Posso abaixar a febre e mantê-las estáveis.
Maggie: Daryl trará antibióticos.
Hershel: Alguns não durarão 12 horas.
Maggie: Não posso deixá-lo fazer isso.
Hershel: Maggie, Glenn está lá.
Rick: O que está acontecendo?
Hershel: Frutos de sabugueiro. Minha esposa fazia chá com eles. Remédio natural para resfriado. Caleb está muito doente para ajudar. Eu posso. Muitas vezes... Não pudemos fazer nada para mudar o que acontecia. O que acontecia conosco. Queríamos poder mas não podíamos. Desta vez, eu posso. Eu sei que posso. Então, preciso fazer.
Rick: Se entrar lá, ficará doente.
Hershel: Nós não sabemos disso. O que sabemos é que os sintomas precisam ser controlados.
Rick: Hershel, podemos esperar.
Hershel: Droga, escute! Quando você visa lá fora, arrisca sua vida. Bebe um gole de água, arrisca sua vida. E agora, ao respirar, você arrisca sua vida. No momento atual, não temos escolha. Só podemos escolher pelo que arriscá-la. Posso fazer essas pessoas se sentirem melhor. E aguentarem um pouquinho mais. Posso salvar vidas. É razão suficiente para arriscar minha vida. E vocês sabem disso. 

Maggie é contra e Rick também, ambos temem perder "a voz da consciência" do grupo para a terrível doença. Porém Hershel é irredutível e está disposto a contribuir com sua parcela de risco.Mais uma cena belíssima do grupo.  Eu já amava o velhinho, agora tô completamente encantada... *-*  

Rick e Carl - Rick coloca Carl como guardião das crianças que foram transferidas para os escritórios. Ele não gosta muito pra variar o menino é um poooooooorre mas aceita. 

Sua missão é proteger as crianças, informar se alguém adoecer e só atirar se for um caso de extrema necessidade. 

Carl termina por sair com Hershel a procura de umas ervas naturais para servir ao grupo doente. 

Foi uma cena muito interessante em que o Hershel deixou claro que percebeu o amadurecimento de Carl e que espera que ele se mantenha assim, firme e centrado, fazendo apenas o que for preciso.

Hershel conseguiu inclusive evitar que o Carl atirasse em dois zumbis com uma simples conversa. Isso mostra que Carl pelo menos está ouvindo os conselhos mesmo que, talvez, ainda pense diferente.  

Michonne, Daryl, Tyreese e Bob - Saem da prisão, buscando encontrar suprimentos e o mais urgente, algum tipo de medicamento que ajude a combater o vírus. No caminho, começam a ouvir na rádio a voz de alguém ... alguém que não é apenas uma gravação... a surpresa provoca distração e Daryl atropela um errante quase perdendo o controle do carro. De repente uma visão panorâmica da estrada nos permite ver que a mesma está completamente tomada por uma manada de walkers... São tantos que chega a dar falta de ar... (em mim, dá) rs. 
  

Numa ré meio louca, na tentativa de deixar rapidamente o local, Daryl atropela um grupo de walkers o que faz atolar o carro (carro atolado em um mar de errantes? isso é o tipo de coisa linda que você só vê em twd...*-*). Todos descem do carro e fogem para a floresta e Tyreese é o último a sair do carro... parecia estar decidindo se ainda valeria a pena tentar se manter vivo já que Sasha também está doente. Do nada ele tem um insight e sai do carro detonando uma boa quantidade de zumbis ficou meio mentiroso mas enfim... é preciso esse tipo de cena para animar os fãs que curtem as chacinas.

Beth e Maggie - Amei essa cena. As duas irmãs, conversando, cada uma em uma sala, separadas por uma porta. E para quem não havia entendido a reação da Beth no episódio 01 dessa temporada, agora deve ter ficado claro. 



Tyreese e Sasha - Embora eu esteja chateada com a explosão do Tyreese pra cima do Rick, eu amei essa cena dele com a Sasha. Ele foi extremamente carinhoso ao se despedir da irmã para partir em busca de remédios. *-* 


sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Minhas Coleções # 04


Oi, Pessoas!!!


A coleção de hoje eu acho tão lindinha! Eu conheci a escrita do David Nicholls através do livro Um Dia. Foi amor à primeira vista.

O livro é mais que perfeito... é divino! Lógico que assim que saiu seu próximo livro -  A Resposta - corri para comprar... Oh, God! Não foi nem de longe bom como o primeiro. Maaaaaaas, todo mundo sabe que não sou de abandonar o barco fácil assim, então... quando saiu O Substituto, comprei! Que premissa maravilhosa... me enchi de esperança de ter um novo livro favorito em mãos... Oh, My... triste... o livro ficou tão aquém do esperado. De qualquer forma, tenho os três livros e são lindos. Você pode conferir as resenhas nos links abaixo... 

Resenhas:

* Um Dia








quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Melhores Momentos - Séries de TV - The Big Bang Theory


The Big Bang Theory
Sexta Temporada
Episódio 15

Oi, Pessoas!!!

Pode existir momento melhor
 do que aquele em que um dos seus personagens preferidos 
menciona uma de suas séries preferidas? 
É muito amooooooooooor!
*-*

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

terça-feira, 22 de outubro de 2013

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Episódio 02 - Quarta Temporada - The Walking Dead

Oi, Pessoas!!!
SPOILER
INFECTADOS
Episódio 02

Então, mais um excelente episódio de TWD. Não sei vocês mas eu amei. Infelizmente, a paz nunca reina por muitos dias na vida dos sobreviventes. 

Vamos lá!

No episódio anterior vimos que o Patrick estava doente e morreu, retornando como zumbi. Como todos prevíamos ele foi o causador do maior estrago na prisão. É o ciclo que já conhecemos - ele mordeu, a vítima voltou como zumbi e se juntou a ele na matança e logo tínhamos vários transformados aterrorizando o interior do bloco D. 

Mais uma vez eles foram muito rápidos na reação e conseguiram conter a situação antes que fosse ainda pior, mesmo que tenha havido inúmeras baixas.  Depois, observando o que havia gerado a transformação, Rick, Hershel, Daryl, Bob e Caleb (novo personagem que parece ser médico), constataram se tratar de uma espécie de resfriado que se espalha fácil, ataca os pulmões provocando hemorragia e sufocamento com o próprio sangue. Nesse ponto eu agradeço ter pensado exatamente isso e não as teorias mirabolantes que eu vi o pessoal desenvolvendo na net. 

Descoberta mais ou menos a causa, chegam a terrível conclusão de que sendo a doença contagiosa, todos que tiveram contato com os envolvidos, podem estar infectados e portanto devem se manter à distância das pessoas do bloco C. Isso complicará muito o funcionamento da prisão e não sei como será feito visto que o pessoal mais experiente e membro do conselho foi justamente o pessoal que teve contato quando conteve o ataque de zumbis internos (Carol, Rick, Glenn, Daryl, Hershel, Carl, Maggie, Sasha e Tyreese) Sendo que os que já estejam manifestando a doença devem ficar isolados no bloco A. O Tyreese não gostou muito da ideia porque a Karen é uma das infectadas.



Como miséria pouca é bobagem... 

Michonne torceu o pé enquanto retornava para prisão, na tentativa de ajudar o grupo. E os walkers se acumularam nas cercas (atraídos pelos ratos fornecidos por alguém de dentro da prisão) pressionando uma entrada ao paraíso dos sobreviventes. Rick decidiu então, sacrificar os três porquinhos restantes da criação. Como eles não sabem de onde vem a infecção decidiram não comer os bichinhos e usá-los para um bem maior ou seja, sacrificá-los e afastar os zumbis da cerca. 

Mais uma cena tocante do meu amado Rick...   Ele faz aquele olhar sofrido enquanto corta os porquinhos... não é só pelo sacrifício dos animais é pelo sacrifício de toda aquela tentativa de ter uma vida normal... mais uma vez se foi... =\


Minhas observações:

1. Depois de todo aquele choro da Lizzie por conta da morte do walker Nick eu fiquei pensando... será que alguém tá mesmo conspirando contra a prisão ou aquela menina boba estava alimentando o zumbi?

2. Com a morte do pai de Lizzie e Mica e ele entregando-as aos cuidados da Carol, vislumbrei a formação da família que Daryl tanto precisa. Imagina que demais o Daryl cuidando das meninas como filhas? *-* 

3. Agora sabemos o motivo da carinha de assustado do Tyreese... Queimaram a sua Karen e nem deixaram ele se despedir antes... o.O 


4. Que cena ótima aquela dividida entre a Michonne e a Beth sobre os órfãos, viúvos e os pais que perdem filhos e não têm um nome para isso. Acho que descobrimos o porquê da Michonne ser tão na dela, tão sem criar laços... posso estar enganada mas a reação dela com a Judith me fez pensar que talvez ela tenha perdido um filho para esse mundo. Ou pensei também, talvez ela tenha ficado tão tocada por ter se percebido muito distante de uma pessoa normal. Não sei... só sei que gostei muito.


5. Fiquei muito triste por Rick ter de entregar a arma novamente para o Carl sabendo que não adianta, o mundo nunca mais será como era. =(





6. Também gostei muito do momento em que o Daryl fala ao Rick a sua importância enquanto líder. Rick é muito carente de valorização... Ele acha que faz tudo errado por trauma por conta daquela vacaLORI. Ai que ódio daquela mulher... morreu mas deixou sua marca no pobrezinho... 


7. Não sei mas me pareceu, pelo trailer do próximo episódio, que vai acontecer um isolamento dos personagens por conta da infecção e mais transformações ocorrerão... o.O

8. Por último e não mais importante... Meninas, o que foi aquele momento stripper do Rick? *-* Tudo bem que o motivo foi horrível e que na verdade ele só estava se livrando das roupas contaminadas... rs mas foi o alívio "hot" do episódio... \o/  














9. Tal pai, tal filha... ?! Momento Gracinha do episódio foi a linnnnnnnnnnnnda da Judith no auge da sua inocência, brincando com uns copinhos... Gente, o que são esses pezinhos??? Linda demais!


domingo, 20 de outubro de 2013

Resenha: E Se Fosse Verdade - Marc Levy

E se Fosse Verdade... é uma história repleta de romantismo e bom humor, ingredientes que cativaram Steven Spielberg, fazendo-o adquirir, por US$ 2 milhões, os direitos do livro para o cinema. Marc Levy viu seu romance de estreia se tornar um grande sucesso de bilheteria.
A história se passa em São Francisco, em julho de 1996. A jovem e bela Lauren, estudante de medicina, sofre um acidente de carro, entra em coma e vai parar no mesmo hospital onde trabalha. Apesar de seu estado, Lauren consegue, espiritualmente, voltar para o seu antigo apartamento. Lá, encontra Arthur, o arquiteto que é o novo morador do imóvel e a descobre no armário do banheiro ao ir tomar banho. Ele é a única pessoa que consegue vê-la, ouvi-la e senti-la.
Inicialmente se recusando a acreditar na história de Lauren, Arthur só fica convencido de toda a verdade quando vai até o hospital e a encontra desacordada. A partir daí, ele vai fazer o impossível para ajudá-la a voltar ao seu estado natural. (skoob)

Oi, Pessoas!!!

Para tudo porque nada pode preparar você para esse livro...rsrsrsrs Um pouco de drama só para causar impacto...rs Na verdade, você pode até ter uma leve noção de como é o livro se, como eu, tiver visto o filme antes de ler o livro... Eu sei... é triste, é chato e muitas vezes aborrecido conferir o filme antes. Porém, às vezes, acontece.
Vamos lá! 
Eu já resenhei o filme aqui e, como todo mundo sabe, eu ameeeeeei! *-*
Foi ótimo eu ter visto o filme antes, do contrário, eu teria ficado muito chateada com o filme ao invés de gostar tanto. Sério. É muito diferente do livro. Muito mesmo a começar pelos nomes dos protagonistas. Alguém pode me explicar qual o grande evento em se mudar o nome dos personagens?

Então, o livro conta a história do Arthur (David no filme) que é arquiteto bem sucedido, saído recentemente de uma relação meio conturbada, e que está de mudança para um novo apartamento. Acontece que no apartamento ele se encontra com o espírito de Lauren (Elizabeth no filme), uma médica residente que sofreu um acidente de carro e se encontra em coma há seis meses.

Todo o desenrolar da história é em função de Arthur ajudar Lauren a encontrar uma forma de sair do coma. E, nessa busca, muitas situações tristes e divertidas vão nortear as cenas com esses dois incríveis personagens. O problema é que eles não têm muito tempo. A mãe de Lauren ( que no filme era a irmã) foi orientada pelo corpo médico do hospital a desligar os aparelhos. Será que ela fará isso? Será que Arthur conseguirá impedir? 

O fato é que, no decorrer da trama,  os personagens vão se aproximando e se apaixonando. Conhecê-los é uma viagem sobre o significado da vida, da amizade e do amor. O que de fato é importante na vida? Você tem aproveitado o seu tempo com o que é valioso de verdade? O que você está disposto a por em risco em prol de uma grande amizade?

Devo dizer que o que eu mais queria na vida era ter um amigo como Paul. Alguém que estivesse ao meu lado para tudo e a qualquer tempo. A verdade é que as pessoas deturparam completamente o sentido do nome "amigo". Só consideram amigo aquele que tem algo a oferecer e não estou falando de apoio emocional, estou falando daquele que tem algo a oferecer financeiramente. Isso é muito triste... rs Perdoem a divagação mas não resisti. Voltando ao livro...rs
As cenas com o Paul são as melhores. Ainda bem que li o livro em casa, senão teria sido considerada maluca rindo em voz alta no "busu"... Boas risadas mesmo. 


O livro é divinamente bem escrito. Tanto que separei uma infinidade de trechos e frases que, obviamente, serão posts futuros... *-* Você se apaixona pelo jeito leve e mandão de Lauren ser, pelo jeito doce e profundo do Arthur ver a vida, pelo jeito louco e bem-humorado do melhor amigo e sócio, Paul (no filme era Jack e não era sócio, era psicanalista).

Todos os personagens são muitíssimo interessantes inclusive o Detetive Pilguez e a Nathalia. Aliás, até o cenário parece divo... fiquei louca para conhecer Carmell. 


Enfim... 
Acho que você terá uma alegria imensa ao conferir esse livro. Recomendo muitíssimo. 

P. S. A parte mais legal foi ficar vendo o rosto e a voz doce do Mark Ruffalo a cada fala do personagem Arthur... *-*

P. S.¹ Tem coisa mais legal que ter um personagem com o seu nome no livro? A mãe do Arthur, Liliana que ele carinhosamente chama de Lili *-* <3 Por falar nisso, que mulher incrível hein? Amei conhecer a Lili e o Antoine... Toda história de amor assim merece ser vivida intensamente... <3

Momento Arthur:
"Ele pediu que ela se colocasse no lugar dele. Se desse de cara, à meia-noite, com um sujeito escondido no armário do banheiro, meio agitado, tentando explicar que é uma espécie de fantasma em coma, o que acharia e qual seria a sua reação?" (Pág. 38)
Momento Lauren:
"- Vivo em absoluta solidão. Não imagina o que seja não poder falar com ninguém, ser totalmente transparente, não existir na vida de pessoa alguma." (Pág. 37)
Momento Paul:
"- Arthur, está em casa? Sei que está aí! Abra a porta, que diabo! Abra! - berrava Paul. - Se não abrir vou arrombar! 
Tudo em volta vibrou com a primeira ombrada.
- Droga, acho que quebrei a clavícula! Abre essa porcaria." (Pág. 221)
Hahahahahahaha... 

Frases & Filmes


Meia-Noite em Paris
- 2011 - 
Owen Wilson e Marion



quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Compras Compulsivas # 12

Oi, Pessoas!!!

Fui ao shopping na intenção de comprar dois presentes de aniversário... Um livro para uma amiga e um dvd para um aluno... Adivinha o que aconteceu? Sai da livraria com 3 livros a mais... o.O Maaaaaaaaas, em minha defesa, digo que não tinha como não comprar... 


1. Dexter em Cena - Vol. 7 - Jeff Lindsay... Alguém aqui não sabe da minha paixão avassaladora pelo meu amado Dex? Então, eu fui obrigaaaaaaaaada a comprar... rs ;)

2. E Se Fosse Verdade - Marc Levy...  Eu procurei esse livro por muuuuuuuuuuuuito tempo. Sou apaixonada pelo filme e queria muito muito o livro... Por acaso eu poderia deixar para depois? Claaaaro que não... rs;)

3. Perdão, Leonard Peacock - Matthew Quick... Depois de O Labo Bom da Vida, tudo o que ele lançar eu enlouqueço e compro... Ele escreve com a alma... Eu não poderia adiar mais... ;) 

Tenho certeza de que vocês entenderam o porquê disso...rs *-*



Melhores Momentos - Séries de TV


The Walking Dead
Quarta Temporada - Episódio 01
Esta cena foi o alívio cômico do episódio...rs

Zack: Grande avanço aqui... Tira da homicídios. 
Michonne: ( risos )
Daryl: O que é tão engraçado?
Michonne: Nada... faz muito sentido.
;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...